Unaids e parceiros lançam cartilhas de saúde integral e sexual para travestis e mulheres trans

0

Neste 29 de janeiro, data que celebra o Dia da Visibilidade Trans, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) lançou duas cartilhas destinadas à saúde de travestis e mulheres trans. O objetivo do material é que essa população possa se informar e entender questões sobre o próprio corpo, gênero, sexualidade, além de temas como hormonização e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (IST).

“A população trans é uma das mais afetadas socialmente. Quando empurradas para as margens, têm acesso limitado à educação, informação e como consequência, à saúde. Por isso, as cartilhas surgem para atender uma necessidade de informação dessa população, além de apoiá-las na busca de serviços que as atendam e que seja acessível”, explicou a diretora e representante do Unaids no Brasil, Claudia Velasquez.

As cartilhas “Vamos falar sobre a saúde integral de travestis e mulheres trans?” e “Vamos falar sobre a saúde sexual de travestis e mulheres trans?” ainda contaram com a participação da atriz Glamour Garcia, que fez parte das gravações sobre silicone industrial e hormonização; hormonização, PrEP, PEP e antirretroviral; PrEP, PEP, teste de HIV e outras IST.

Para a assessora para apoio comunitário do Unaids no Brasil, Ariadne Ribeiro, ações precisam se comunicar com a população. “A motivação para criar o conteúdo e disseminá-lo está ligada à desigualdade e à exclusão social. A presença da Glamour Garcia neste lançamento é essencial para que a população travesti e de mulheres trans se sintam reconhecidas”, destacou.

O conteúdo da cartilha também foi compartilhado no podcast a.tua.ação, produzido por professores e professoras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). “É importante que o conteúdo da cartilha chegue a diferentes formatos. Precisamos que as informações cheguem à população travesti e trans de maneira diversificada e acessível”, destacou o professor de Saúde Coletiva da UFRGS, Daniel Canavese.

Saúde Integral

A cartilha “Vamos falar sobre a saúde integral de travestis e mulheres trans?” aborda questões de gênero, sexualidade, saúde e autoconhecimento. Além disso, o material ainda traz informações sobre a combinação de medicamentos antirretrovirais e hormonização, uso de silicone industrial e de travestis e mulheres trans na saúde. A produção desta cartilha foi apoiada pelo Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), a campanha Livres & Iguais, do escritório do Alto Comissariado de Direitos Humanos (ACNUDH), Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Instituto Federal do Rio Grande do Sul.

Saúde Sexual

Já a cartilha “Vamos falar sobre a saúde sexual de travestis mulheres trans?” trata principalmente de temas voltados a identidade, infecções sexualmente transmissíveis (IST) que afetam a população trans, além de estratégias e informações sobre prevenção combinada – como a prática da testagem, o uso de preservativos, profilaxia pré-exposição (PrEP) e profilaxia pós-exposição (PEP) e antirretrovirais (ARV).

Acesse aqui a cartilha “Vamos falar sobre a saúde integral de travestis e mulheres trans?”

Acesse aqui a cartilha “Vamos falar sobre a saúde sexual de travestis e mulheres trans?”

Escute o episódio “Dia da Visibilidade Trans” do podcast a.tua.ação.

Baixe os drops da atriz Glamour Garcia e compartilhe nas suas redes!

Drop 1 – Silicone industrial e hormonização
Drop 2 – Hormonização, PrEP, PEP e antirretroviral
Drop 3 – PrEP, PEP e teste de HIV e outras IST

Fonte: ONU Brasil

Agência Aids

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.