Formação de multiplicadores de direitos humanos sobre gênero começa nesta quinta – Maranhão

0

O Módulo IV do Projeto Reconhecer terá início nesta quinta-feira (8) e prossegue até sábado (10), com debates envolvendo questões de gênero, sexualidade e a condição de vida da população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Queer, Intersessex Mais (LGBTQI+). A promoção é da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), por meio da Escola de Conselhos. As aulas serão realizadas no Auditório da Faculdade de Arquitetura, no Centro Histórico de São Luís/MA, das 8h às 18h.

Os conteúdos do módulo estão divididos em dois blocos. O primeiro é na área de gênero e sexualidade, com a presença da pedagoga, Viviana Santiago da Silva. O segundo envolve os temas Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Queer, Intersessex e mais (LGBTQI+) com a presença da profissional de hotelaria e pesquisadora de gênero, Júlia Naomi Costa Rodrigues.

O objetivo do Módulo IV é debater a importância da construção da igualdade nas relações de gênero na sociedade brasileira e do combate a todas as formas de violência e discriminação contra a mulher e a população LGBTQI+.

O Projeto tem o objetivo de formar multiplicadores de respeito, paz, igualdade, cidadania e contribui com a construção coletiva de conhecimento e interação entre sociedade civil e agentes públicos, ampliando o debate e entendimento sobre as políticas públicas de Direitos Humanos. Estão disponíveis 300 vagas para a participação de servidores públicos, conselheiros de direitos, de políticas públicas e tutelares, professores e outros profissionais da educação, da área jurídica, comunicação, representantes de organizações da sociedade civil, lideranças comunitárias, estudantes, entre outros.

O curso terá, também, a participação de multiplicadores da Regiões Metropolitana de São Luís, Baixada Maranhense, Região Tocantina, Lençóis e Cocais. Presentes, representantes da sociedade civil e poder público eleitos nos Seminários Regionais de mobilização do Projeto Reconhecer, realizados no dia 14 de agosto em São Luís e no dia 16 de agosto nas cidades de Pinheiro, Açailândia, Barreirinhas e Caixas.

O Projeto Travessia é um parceiro do curso e garante o translado de cursistas cadeirantes dos municípios de Açailândia e Caxias. O curso já excedeu o número de participantes, no entanto, em caso de ausência dos inscritos, as vagas podem ser preenchidas pelas pessoas que participarem das aulas com direito a certificado no final.

 

Folha Nobre

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of