Rússia pune primeiros cidadãos por uso de símbolos arco-íris após proibição do ativismo LGBTQ+

0

Ao menos três indivíduos que exibiram itens com as cores do arco-íris foram detidos ou multados na Rússia, marcando os primeiros casos públicos após a proibição do ativismo LGBTQ+, informaram meios de comunicação russos e grupos de direitos humanos nesta segunda-feira.

De acordo com relatos divulgados no site de notícias independente russo Mediazona e citados pela Associated Press (AP), um tribunal em Saratov, localizado a 730 quilômetros a sudeste de Moscou, impôs uma multa de 1500 rublos (cerca de 15 euros) à artista e fotógrafa Inna Mosina por conta de várias publicações em uma rede social retratando bandeiras do arco-íris.

Mosina e seus advogados mantiveram sua declaração de inocência, alegando que as publicações foram feitas antes da decisão das autoridades russas de considerar o ativismo LGBTQ+ como extremista. Apesar do relatório da polícia sobre o suposto delito datar de antes da proibição, o tribunal determinou o pagamento de uma multa.

Na semana passada, um tribunal em Nizhny Novgorod, localizado a cerca de 400 quilômetros a leste de Moscou, ordenou que Anastasia Yershova cumprisse cinco dias de prisão por usar brincos com as cores do arco-íris em público, conforme relatado pela Mediazona.

As leis russas proíbem a exibição pública de símbolos de organizações extremistas, e os defensores dos direitos LGBTQ+ alertaram que aqueles que mostram bandeiras com as cores do arco-íris ou outros itens podem ser alvo das autoridades. A repressão aos direitos LGBTQ+ na Rússia de Putin persiste há mais de uma década.

Em 2013, o Kremlin aprovou a primeira legislação que restringe os direitos LGBTQ+, conhecida como a lei da “propaganda gay”, que proíbe qualquer promoção pública de “relações sexuais não tradicionais” envolvendo menores.

 


Deixe um comentário ou dica do que gostaria que pudéssemos trazer de novidade para vocês. E se curte nosso CANAL faça uma doação de qualquer valor para que possamos continuar com esse trabalho.

PIX: (11) 98321-7790
PayPal: [email protected]

TODO APOIO É IMPORTANTE.

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.