O cuidado e a naturalidade em trabalhar o Turismo LGBT

0

Renato Machado

O debate em torno do Turismo LGBT é enfático ao frisar que a tendência e o esforço do trade não é criar produtos exclusivos a essa comunidade. A diversidade é positiva para qualquer mercado e a garantia de que todos são bem-vindos é o trunfo de eventos como o Experiência LGBTravel, organizado pela Braztoa e pela PANROTAS.

No segundo painel do evento realizado hoje, em São Paulo, intitulado “Vitrine LGBTravel”, subiram ao palco os executivos Eduardo Barbosa, da Discover Cruises; Ricardo Alves, da Velle Representações; Ricardo Campos, da Trade Tours; e Erika Aguilar; da R11 Travel. Também falaram Frederico Levy, da Interpoint; Estela Farina, da Norwegian Cruise Line; e Roberto Sanches, da Orinter Tour & Travel, Roberto Sanches.

Os diretores mostraram aos presentes produtos que fazem parte de seus catálogos e que têm grande potencial a ser desenvolvido também na comunidade LGBT.

DIVERSIDADE PARA LGBT
Operadora Disney Select, a Trade Tours mostrou como o mundo de Walt Disney World é escolha ideal para todas as famílias. “Nosso principal destino é Orlando, que é um dos maiores destinos para famílias do mundo. Apesar da Disney não ter eventos próprios LGBT, ela apoia as realizações da cidade”, conta Ricardo Campos.

Nas águas, o esforço para atrair este mercado também acontece. Eduardo Barbosa elencou itinerários e ofertas na vitrine da Discover Cruises, que representa no Brasil a Princess Cruises, Holland America Line, Cunard Line, Seabourn, Hurtigruten, Uniworld e Croisi Europe.

Na mesma toada, Ricardo Campos tratou da especialidade da Velle Representações, os cruzeiros marítimos. O diretor explica que, “das sete marcas que representamos, todas são de cruzeiros de alto luxo, em que a faixa etária é mais experiente”. Ainda assim, questionado sobre a possibilidade de participação de famílias nos cruzeiros, Campos conta que “as cabines são duplas, e pronto. Nem sempre é uma viagem para crianças, mas a partir de quatro anos todos são bem-vindos”.

Representando a R11 Travel, a gerente de Vendas Erika Aguilar iniciou sua fala reforçando que a Celebrity Cruises, armadora representada pela R11 no Brasil, está aberta à comunidade LGBT tanto na recepção de clientes quanto na contratação de funcionários. Prova disso foi a realização do primeiro casamento gay em alto-mar, um marco na indústria que foi realizado em um cruzeiro Celebrity.

Jhonatan Soares

Da direita para a esquerda, Erika Aguilar (R11 Travel), Estela Farina (NCL), Frederico Levy (Interpoint) e Roberto Sanches (Orinter)

Da direita para a esquerda, Erika Aguilar (R11 Travel), Estela Farina (NCL), Frederico Levy (Interpoint) e Roberto Sanches (Orinter)

 

SINTA-SE LIVRE

A diretora da Norwegian Cruise Line no Brasil, Estela Farina, destacou que, como princípio e mote, a armadora trabalha com o slogan “Sinta-se livre”. “Nós queremos oferecer uma experiência para que todos sejam livres a bordo, nós já temos esse case. Todos são bem-vindos para se expressar e serem felizes”, afirmou Estela, se mostrando aberta aos presentes para que sejam ouvidos: “queremos saber se vocês se sentem convidados, se deixamos claro que de fato somos um destino gay friendly”.

Para a Experiência LGBTravel, a Interpoint apresentou seus conhecidos pacotes de esqui resorts, porém com um novo olhar. “Fizemos uma seleção de destinos de esqui que possuem sua semana gay. São destinos que temos expertise há anos e esse evento despertou uma luz que a gente pode focar”, conta. “O esqui é um produto muito familiar e a gente vende sem segmentar por público. Sempre trabalhamos com lazer, não importa o destino ou o alvo.”

“Nossa especialidade é trabalhar sob medida”, inicia o diretor da Orinter Tour & Travel, Roberto Sanches. Como exemplo, o executivo apresenta seu departamento de casamentos, com oito profissionais, especializados em adequar produtos, hotéis e especificidades para qualquer cliente, inclusive a comunidade LGBT.

“Temos um cuidado de tratar cada detalhe com muito carinho, no feeling e nas necessidades do cliente. Qualquer cliente gosta de ser bem cuidado, mas o excesso de zelo também pode não ser bem visto. Por isso defendemos que tem que ser algo extremamente natural.”

 

 

https://www.panrotas.com.br/mercado/eventos/2018/10/o-cuidado-e-a-naturalidade-em-trabalhar-o-turismo-lgbt_159441.html

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.