Padre Manzotti sobre gays: “Quem sou eu para julgar?”

0

Religioso participou do programa Superpop!, da Luciana Gimenez

Pleno.News

O padre Reginaldo Manzotti participou do programa SuperPop! nesta segunda-feira (25). Logo no começo da brincadeira Palavra Chave, na qual o convidado tem que um escolher uma pergunta às cegas, o religioso foi questionado por Luciana Gimenez se a Igreja Católica aceita os gays.

– Eu desconheço este documento que a Igreja teria citado a sigla LGBT, eu não sou a última palavra, mas acho um pouco improvável que isso tenha acontecido. Por outro lado, o papa tem se mostrado, como o nosso Senhor Jesus Cristo, aberto a todas as pessoas. E foi voltando do Brasil que ele disse “quem sou eu para julgar o gay?”. Então isso denota um acolhimento da pessoa – analisou o padre.

Manzotti ainda lembrou que, na visão do pontífice, o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo tem que ser respeitado. Mas que esta união não pode ser equiparada ao casamento entre homem e mulher.

– O papa é muito lúcido. Ele é tido como avançadinho. Mas ele é um avançado jesuíta, que tem autoridade do que fala – completou.

Luciana Gimenez afirmou adorar o papa Francisco e que ela acredita que ele quer “trazer todo mundo para perto, amar as pessoas como elas são”.

– Gente, quem somos nós para julgar? Os nossos braços tem que ser para acolher. Deus e Jesus são amor. Às vezes a Igreja é taxada como dura. Mas a Igreja tem uma tradição muito grande, então ela sabe o que é certo – concluiu o padre.

Home

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.