‘Vote em ideias, não em pessoas’ é o tema da parada LGBT do Rio

0

Em 2018, o número de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais que se candidataram a uma vaga nos poderes executivo e legislativo aumentou 386,4% desde as últimas eleições. Em 2017, apenas 37 pessoas se declaravam abertamente LGBT, contra 180 deste ano, de acordo com a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT). Com o intuito de despertar na comunidade LGBTI mais engajamento e participação nesse momento político, escolhendo candidatos que tenham compromisso com as causas e lutas em prol do respeito e diversidade, a 23ª Parada do Orgulho LGBTI Rio chega com o tema: “Vote em ideias, não em pessoas. Vote em quem tem compromisso com as causas LGBTI”, criação do publicitário Bruno Bertani. O evento acontecerá dia 30 de setembro na Praia de Copacabana.

Num país como o Brasil, que é o que mais mata pessoas LGBTI no mundo, a necessidade de representatividade na política é urgente. “Nossos direitos, nossa cidadania e principalmente nossas vidas dependem das escolhas que faremos nas urnas”, afirma Almir França, presidente do Grupo Arco-Íris, ONG que organiza a Parada desde sua fundação, em 1995.

A Parada acontece uma semana antes das eleições. De acordo com Marcelle Esteves, vice-presidente do Grupo Arco-Íris, a importância de realizar uma Parada muito próxima à eleição é influenciar direta e indiretamente os eleitores para que possam se unir em prol de um legislativo, de preferência mais feminino, mais negro e, sobretudo, mais envolvido com as causas LGBTI. “As candidatas e candidatos precisam estar envolvidos com as demandas que essa população reivindica. Eles precisam apresentar um projeto político plural. Esperamos que tenhamos mais jovens participando neste ano, todos juntos gritando pela garantia de direitos e, principalmente, reivindicando uma renovação no fazer político no nosso país”, disse Marcelle.

Essa é uma reflexão que os organizadores querem levar para a avenida: em tempos de fundamentalismo religioso, obscurantismo, de não aceitação de diversidade sexual e de gênero, de comportamentos retrógrados, milhares de pessoas estarão em Copacabana levantando a bandeira da diversidade LGBTI e da luta contra quem rejeita os seres humanos apenas por eles fugirem dos estereótipos impostos pela sociedade.

“Nós vivemos, neste momento, um retrocesso nas políticas públicas de enfrentamento a discriminação e de promoção da cidadania LGBTI+, tanto no município quanto no estado e no governo federal. No legislativo, especialmente o federal, até hoje nenhuma lei específica contra lgbtifobia foi aprovada. É fundamental que a Parada seja um instrumento de incentivo ao voto consciente em pessoas que apoiam a causa LGBTI e dos direitos humanos. Hoje temos mais candidaturas de pessoas LGBTI e Aliadas comprometidas com a causa, o que é magnífico, porque queremos um mundo em que as pessoas sejam respeitadas em sua orientação sexual e identidade de gênero, um mundo sem racismo, sem machismo, onde respeitem a liberdade artística e religiosa, que respeite os direitos humanos e o estado de direito democrático. Por isso, vamos cobrar para que nossas pautas sejam assumidas pelas candidaturas aos governos e aos legislativos e chamar atenção da sociedade para que não elejamos pessoas intolerantes com a diversidade” diz Cláudio Nascimento, coordenador executivo do Grupo Arco-Íris e fundador da Parada do Orgulho LGBTI-Rio.

A Parada LGBTI do Rio

A Parada do Orgulho LGBT Rio organizada há 23 anos pela ONG Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT leva para as ruas pessoas que lutam por direitos iguais, que combatem a intolerância, o preconceito e o ódio, dando voz àqueles que por tantos anos viveram à margem da sociedade, mostrando para a sociedade que o mundo está avançando para um lugar que respeita a diversidade e que todos têm o direito de amar quem quiserem. Ela é considerada o terceiro maior evento da cidade e leva centenas de milhares de pessoas para a mais famosa praia do mundo. A Parada é sinônimo de vanguarda. Foi a primeira do Brasil e desde então cumpre papel importante na luta pela igualdade de direitos para a população LGBTI no país.

COMUNICAÇÃO COLORIDA

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Paraíba.com.br não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo após o encerramento das eleições de 2018.
http://www.paraiba.com.br/2018/08/23/80322-vote-em-ideias-nao-em-pessoas-e-o-tema-da-parada-lgbt-do-rio
Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.