Pichação pró-Bolsonaro em cursinho pede a morte de negros e de gays

0

A violência física, moral e vandalista continua crescendo entre eleitores e simpatizantes do candidato do PSL, Jair Bolsonaro; desta vez foram dois banheiros da unidade Tamandaré, em São Paulo, da rede de cursinho Anglo que foram pichados com frases homofóbicas e de apoio ao candidato; uma delas dizia “#Bolsomito17. Morte aos negros, gays e lésbicas. Já está na hora desse povo morrer”

247 – A violência física, moral e vandalista continua crescendo entre eleitores e simpatizantes do candidato do PSL, Jair Bolsonaro. Desta vez foram dois banheiros da unidade Tamandaré, em São Paulo, da rede de cursinho Anglo que foram pichados com frases homofóbicas e de apoio ao candidato. Uma delas dizia “#Bolsomito17. Morte aos negros, gays e lésbicas. Já está na hora desse povo morrer”.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “as pichações foram feitas em um banheiro masculino e outro feminino. Segundo uma funcionária da empresa, elas já foram apagadas. Em nota oficial divulgada em uma rede social, o Anglo diz que ‘a atitude covarde e belicosa de quem opta por tal postura nos causou tristeza e indignação’.”

O Anglo soltou uma nota:

“Em meio às tensões que marcam a sociedade brasileira neste momento, surgiram pichações de caráter criminosamente preconceituoso em dois banheiros da unidade Tamandaré. A atitude covarde e belicosa de quem opta por tal postura nos causou tristeza e indignação. Não basta uma nota formal de repúdio às pichações: como educadores, não podemos parar por aqui e achar que esta nota esgotaria nossas responsabilidades em torno do tema. A democracia e a defesa dos Direitos Humanos exigem esforços constantes de todos nós. Sem medo e sem descanso.”

 

https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/371956/Picha%C3%A7%C3%A3o-pr%C3%B3-Bolsonaro-em-cursinho-pede-a-morte-de-negros-e-de-gays.htm

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.