Fãs acreditam que personagens gays de Overwatch estão educando os jogadores

0

Por Rafael Rodrigues da Silva

Nesta segunda-feira (7), a Blizzard fez uma revelação que poucos esperavam: Soldier 76, o personagem de Overwatch que parece ter saído direto de algum jogo da franquia Call of Duty, teve sua homossexualidade confirmada pela Blizzard.

Soldier 76 não apenas é um dos personagens mais populares de Overwatch, mas também aquele o qual o jogador utiliza durante o tutorial do game. Outra coisa interessante é que, com a revelação feita pela Blizzard, os dois heróis que aparecem durante o tutorial (Soldier 76 e Tracer) fazem parte da comunidade LGBT.

Para Ed Nightingale, um jogador de videogame gay de Londres, essa revelação pode ajudar a educar os jogadores, pois revelar que um personagem que faz o tipo de “machão” — todo musculoso, militar, cheio de armas — é na verdade gay, você ajuda a quebrar o estigma de homens gays como pessoas “afeminadas” e promover a aceitação do grupo LGBT entre os gamers.

Mas, como era de se esperar, não foi todo mundo que viu essa novidade com bons olhos, e desde a revelação as redes sociais da Blizzard estão cheias de insultos homofóbicos de fãs descontentes. Enquanto isso, outras pessoas preferem revelar suas críticas de forma mais velada, afirmando que o fato de demorarem três anos para revelar que o personagem é gay faz parecer que foi algo que decidiram de última hora para “entrar na moda”, e não que o personagem foi pensado desde o início com essa orientação sexual.

Em resposta a essas críticas, outro fã do jogo lembrou de uma imagem presente em uma das primeiras HQs de Overwatch, lançada em 2016 junto com o jogo, que já mostrava o personagem olhando afetuosamente para um porta-retrato com uma foto dele abraçado a outro rapaz, como prova de que desde o começo a Blizzard já havia dado indícios da sexualidade do personagem desde a história em que revelou a sexualidade da personagem Tracer.

A orientação sexual de Soldier 76 foi revelada no conto Bastet, escrito por Michael Chu (roteirista chefe do jogo da Blizzard) e publicada por ele nesta segunda-feira como uma história oficial, que faz parte de todo o cânone do universo de Overwatch que existe fora dos jogos. Mas, apesar disso, essa revelação não irá impactar em nada ou ficar exposta em nenhum local do jogo em si, o que deve fazer com que os jogadores mais casuais (aqueles que apenas jogam o game mas não se preocupam em conhecer todo o universo de histórias existentes fora dele) nem tomem conhecimento do assunto.

Fonte: BBC

Canaltech

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.