Tifanny agradece prefeitura e vereadores pela 1ª Copa LGBTQIA+

0

No último fim de semana (20 e 21), a secretaria de Esporte, Recreação e Lazer realizou a 1ª Copa LGBTQIA+ de Vôlei, no Ginásio de Esportes Professor José Liberati, casa do vôlei Osasco.

A solenidade de abertura do evento contou com a participação das vereadoras Juliana da AtivOz (PSOL) e Elsa Oliveira (Podemos), da deputada estadual Mônica Seixas, e dos secretários municipais José Carlos Vido, Rodolfo Cara, Éder Máximo e Mônica Veloso.

A atleta trans, Tifanny Abreu, ponteira da equipe de vôlei de Osasco, também esteve no evento e agradeceu ao apoio da prefeitura e dos vereadores.

“Agradeço a Secretaria de Esporte pela realização desse importante torneio, que está abrindo portas. Precisamos viver em uma comunidade em que todos tenham direito de praticar esporte. O esporte é para todos. Obrigada ao Rodolfo e aos vereadores, que se empenharam para a realização desse evento. O mundo precisa de mais empatia e vocês estão fazendo esse trabalho”, declarou a atleta.

A vereadora Elsa Oliveira parabenizou a iniciativa do secretário de esporte, Rodolfo Cara, e o empenho dos atletas que participaram da competição.

“Estou feliz em fazer parte desse momento único para a cidade. E parabenizo o Rodolfo pelo trabalho incrível que ele tem feito. A política pública deve ser feita para todos, é plural. Nós que estamos na Câmara representamos a todos e não somente um ou outro grupo. Sintam-se representados e contem com nossa sensibilidade”, salientou a parlamentar.

Emocionada, Juliana da AtivOz disse que se segurou para não chorar. “É um privilégio estar aqui e poder segurar essa bandeira livremente sem medo. Parabenizo o Rodolfo pela coragem. Ele fez essa copa, que é extremamente necessária. Precisamos ocupar espaços e aqui que esses times são gigantes. É aqui que precisam estar”, afirmou Juliana.

“Essa copa que aconteceu foi necessária, não podemos deixar de falar o quanto nos querem invisíveis e semana passada não aprovaram nossa moção de aplausos na câmara Municipal de Osasco ao Vôlei LGBTQIA+, isso significa que a maioria dos vereadores não estão preparado para legislar para todos e isso está errado, devemos ocupar os espaços públicos pois trabalhamos, moramos e vivemos em Osasco e nossas vidas nos esportes é importantíssima”, completou Higor, co-vereador da Mandata AtivOz

Jornalista, feminista negra, ativista socioambiental e deputada estadual pela Mandata Ativista, Mônica Seixas salientou a importância de estimular a participação no esporte. “Nós sempre enfrentamos uma batalha para que possamos estar em locais como esse. Temos apenas duas atletas trans profissionais no Brasil. Essa comunidade geralmente é jogada na prostituição porque falta apoio e políticas públicas. Então, é muito representativo um evento como esse. Parabéns a todos os envolvidos e principalmente aos atletas que resistem”, afirmou a deputada.

Rodolfo Cara, secretário de Esporte, agradeceu a presença dos representantes do Legislativo, Elsa e Juliana, e dos representantes do Executivo. “O prefeito apoiou esse evento. Nossas portas estão abertas para todos, afinal o ginásio é do povo. O prefeito pensa em todos. Nós sabemos que tem gente que não aprovou esse evento. A gente respeita e continua para que haja espaços para todos”, disse o secretário.

Também apoiaram a 1ª Copa LGBTQIA+ a OAB e o Instituto Divertere. A equipe campeã do evento foi o Viva Vôlei. Em segundo, o Vitra Vôlei e o Rank Volley em terceiro lugar.

Webdiário

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.