Papa é acusado de fazer comentários homofóbicos durante uma reunião privada.

0
Getting your Trinity Audio player ready...

Os jornais italianos disseram que o papa usou a palavra “frociaggine”, que em português significa “viadagem”.

O Papa Francisco teria aconselhado os bispos italianos a proibir o treinamento sacerdocial de homens gays.

Segundo dois jornais italianos, na semana passada o pontífice de 87 anos fez comentários homofóbicos em uma reunião a portas fechadas.

Os jornais Corriere della Sera e La Repubblica divulgaram nesta segunda-feira (27) que o papa fez as declarações durante uma reunião com bispos italianos em 20 de maio, citando fontes de dentro da reunião.

Os artigos afirmaram que o papa utilizou a palavra “frociaggine”, que em tradução livre significa “viadagem” em português. Trata-se de um termo insultuoso para descrever as pessoas LGBTQIA+.

As propostas dos bispos italianos para alterar as regras para os candidatos a seminários precederam as falas.

Em 2005, o Vaticano decidiu que a ordenação de homens que são ativamente gays ou têm tendências homossexuais “profundas” era ilegal na igreja. Francisco manteve a decisão em 2016.

Dois anos depois, ele aconselhou os bispos italianos a não aceitarem candidatos a sacerdócio que fossem gays.

Matéria completa aqui CNN Brasil


Deixe um comentário ou dica do que gostaria que pudéssemos trazer de novidade para vocês. E se curte nosso CANAL faça uma doação de qualquer valor para que possamos continuar com esse trabalho.

PIX: (11) 98321-7790
PayPal: [email protected]

TODO APOIO É IMPORTANTE.

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.