George Santos sofre cassação pela Câmara dos Deputados dos EUA

0

Em uma decisão histórica, o plenário da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos cassou hoje o mandato do deputado republicano George Santos, envolvido em uma série de escândalos que abalaram o cenário político nos últimos meses. Santos, filho de brasileiros, sobreviveu a duas tentativas anteriores de cassação, mas desta vez a votação contou com amplo apoio, inclusive de membros de seu próprio partido.

A moção de cassação recebeu 311 votos a favor, dos quais 105 eram de republicanos, e 114 contra, incluindo dois parlamentares democratas. Dois deputados presentes no plenário optaram por não votar. As denúncias que levaram à cassação envolvem desvio e uso indevido de verbas eleitorais, que, ao invés de financiarem a campanha para a Câmara, foram destinadas a gastos pessoais, como tratamentos de beleza e assinatura de um site de conteúdo adulto.

Após a proclamação do resultado, Santos não economizou palavras ao expressar seu descontentamento com o Legislativo: “A Câmara falou, é o voto deles. Por que eu iria querer ficar aqui? Ao inferno com esse lugar”, afirmou.

Apesar das alegações de falsificação de currículo, negócios escusos, incluindo um acordo em um caso de estelionato no Brasil, e recebimento indevido de seguro-desemprego, Santos parecia imune às tentativas de cassação anteriores. O Partido Democrata liderou a maioria dessas tentativas, mas as regras da Câmara exigem dois terços dos votos para a expulsão de um deputado. Na última votação em novembro, apenas 179 parlamentares apoiaram a expulsão, enquanto 213 foram contra.

“Ele deveria ter renunciado. Não deveríamos ter chegado a este ponto. Mas está aí. Agora vamos permitir de fato que o terceiro distrito [de Nova York]escolha um deputado. Alguém em quem possam confiar. Alguém que conheçam”, declarou o deputado republicano Anthony D’Esposito ao site Politico.

Ainda não há uma data definida para a votação do substituto de Santos, que cumprirá o restante do mandato. George Santos, que despontou como uma figura simbólica para o Partido Republicano ao se tornar o primeiro gay assumido a se eleger pelo partido para o Congresso em 2022, agora enfrenta um desfecho conturbado em sua carreira política, deixando seu distrito em busca de um novo representante.

Com Informações Brazilian Times


Deixe um comentário ou dica do que gostaria que pudéssemos trazer de novidade para vocês. E se curte nosso CANAL faça uma doação de qualquer valor para que possamos continuar com esse trabalho.

PIX: (11) 98321-7790
PayPal: [email protected]

TODO APOIO É IMPORTANTE.

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.