Eliseu Neto, ativista LGBTQIA+ líder de ação que defendeu a criminalização da homofobia no Brasil.

0
Getting your Trinity Audio player ready...

O partido político Cidadania informou que Eliseu Neto, psicanalista, psicólogo e ativista pelos direitos da comunidade LGBTQIA+, faleceu nesta terça-feira (21). Ele tinha 45 anos de idade.

Eleiseu, que vivia no Rio e foi onde faleceu. No Supremo Tribunal Federal, ele liderou a Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO), que levou ao Brasil a criminalizar a homofobia, equiparando-a ao crime de racismo. Eliseu também lutou para que as pessoas homossexuais pudessem dar sangue.

Há cerca de uma semana, o ativista publicou postagens solicitando dinheiro porque foi diagnosticado com uma doença auto-imune.

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) expressou seu pesar pela morte de Eliseu no X. Eliseu Neto, um ativista pelos direitos LGBTQIA+, faleceu. Eleiseu é um autor, professor universitário, líder do @23Cidadania e responsável pelo julgamento do STF sobre a criminalização da LGBTFobia. Aos meus sentimentos e pesares a seus amigos, familiares e aliados. Ele escreveu: “Que sua memória siga viva na luta pela igualdade de direitos, pela não discriminação e pelo direito fundamental de ser e amar.”

 


Deixe um comentário ou dica do que gostaria que pudéssemos trazer de novidade para vocês. E se curte nosso CANAL faça uma doação de qualquer valor para que possamos continuar com esse trabalho.

PIX: (11) 98321-7790
PayPal: [email protected]

TODO APOIO É IMPORTANTE.

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.