Conheça 10 eventos LGBTQIA+ imperdíveis para conhecer na América Latina

0
Getting your Trinity Audio player ready...

Confira os eventos anuais LGTBQIA+ mais empolgantes da América Latina, desde as inspiradoras paradas do Mês do Orgulho e carnavais de grande sucesso até competições de tango queer e festivais de vinho.

Por Michael Luongo

Uma boa ideia para suas próximas viagens é conferir o calendário de eventos LGBTQIA+ que acontecem na América Latina e que está cheio de festas interessantes e divertidas. Se estiver planejando uma viagem em torno das comemorações do Mês do Orgulho, que é celebrado anualmente em Junho, ou procurando enriquecimento cultural com festivais especiais da comunidade, pode aproveitar diferentes momentos do ano para curtir em várias cidades latinas.

(Se você gosta de natureza e viagens, veja também: Mata Atlântica – os 3 fatos essenciais sobre esse bioma)

1.  Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo 

São Paulo, Brasil
Junho

Todos os anos no mês de Junho, os viajantes mais animados vão à cidade de São Paulo, no Brasil, para o que é realmente a maior parada de orgulho gay do mundo, com milhões de participantes que lotam uma via que é símbolo da cidade: a Avenida Paulista.  – Realizada sempre aos domingos, a Parada LGBTQIA+ de São Paulo é uma extravagância de força total, a única vez que essa cidade geralmente voltada para os negócios rivaliza com o Rio de Janeiro no circuito de comemorações.

A rota principal do desfile, a Av. Paulista, rodeada por arranha-céus icônicosmansões art nouveaumuseus e outras instituições culturais. Normalmente, a parada é acompanhada por uma semana inteira de eventos com a Feira Cultural da Diversidade, que acompanha o evento, com shows de artistas queer, concursos de drags, passeios em restaurantes e outros destaques.

2. Carnaval do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro, Brasil
Fevereiro/Março

Não há experiência igual ao Carnaval do Rio de Janeiro. Anualmente, milhões de pessoas comparecem ao evento festivo, em fevereiro ou março, dependendo do calendário da Páscoa – abrangendo o final de semana e a segunda e terça-feira que antecedem o feriado cristão da Quarta-feira de Cinzas e a Quaresma. O evento dos Desfile das Escolas de Samba é centrado no Sambódromo, o estádio linear projetado pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, mas também toma conta das ruas de diversos bairros da cidade com animadíssimos blocos de rua.

Para quem for visitar a cidade durante o Carnaval,  alguns pacotes turísticos oferecem aos visitantes a chance de desfilar fantasiados no Sambódromo. A maioria dos lugares na cidade é gay-friendly, sendo que os principais destaques são o Baile Gay no clube Scala e a festa gay da Rua Farme de Amoedo em Ipanema.

3. Queer Tango Festival Buenos Aires

Buenos Aires, Argentina
Várias datas

O tango, uma fusão de estilos de dança africanos, europeus e indígenas, foi inscrito na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO em 2009. Ele tem raízes na história das questões de gênero na Argentina, pois os homens frequentemente dançavam um com o outro, mesmo que apenas para impressionar as mulheres que estavam assistindo.

(Veja também: Como é o dinossauro com braços curtos, como o Tiranossauro-rex, encontrado na Argentina?)

Após a crise da moeda local, o peso argentino, no início dos anos 2000, que mergulhou o país em uma turbulência financeira, começaram a surgir salões de tango LGBTQIA+. Os visitantes podem se juntar a eles ou sentar-se e apreciar essa forma de arte quintessencial de Buenos Aires por meio de uma lente queer.

4. Vendimia para Todxs 

Mendoza, Argentina
Fevereiro/Março

Com rainhas de beleza usando vestidos de baile, representando as regiões vinícolas no norte da Argentina, em desfiles de carros alegóricos que lançam uvas, melões, garrafas de vinho e outros produtos agrícolas para as multidões que se reúnem nas ruas da cidade de Mendoza na Vendimia – que já é um festival de vinhos incomum e vibrante.

A Vendimia Gay, ou Vendimia para Todxs, só aumenta a diversão alucinante, com um concurso de rainha da beleza de gays, transgêneros e drags, além de outras atrações. Sem dúvida, o maior, se não o único, festival de vinhos queer do mundo, o evento é realizado em fevereiro ou março, na época da colheita anual de uvas do país.

5. The Vallarta Pride Parade e Guadalajara Pride

Puerto Vallarta e Guadalajara, Mexico
Maio/Junho

Puerto Vallarta é um destino queer-friendly o ano todo, mas essa cidade vibrante com vista para o Oceano Pacífico realmente ganha vida no final de maio durante a Vallarta Pride Parade e o Vallarta Pride Festival. O destaque é a Parada de Sábado ao longo do Malecón à beira-mar, onde milhares de pessoas comparecem para celebrar a comunidade.

Outros destaques do encontro de uma semana incluem shows de arte, eventos gastronômicos especiais, festas em bares e muito mais. É uma época popular (e cheia) para visitar a cidade, que já foi o refúgio isolado de estrelas de Hollywood como Elizabeth Taylor. A cidade de Guadalajara, próxima a Puerto Vallarta, também tem uma tradicional Parada LGBTQIA+ todos os anos no mês de junho.

6. Amor Film Festival

Santiago, Chile
Junho/Julho

Os viajantes que buscam uma experiência mais tranquila e intelectual não podem fazer melhor do que ir a Santiago, no Chile, para o Amor International LGBT+ Film Festival, que foi fundado em 2016 e é realizado do final de junho ao início de julho. Embora seja um festival internacional, há um grande foco em filmes queer latino-americanos e ibéricos em espanhol e português. Os diversos locais de exibição e eventos – que vão desde a Cineteca Nacional até o Teatro Municipal de Maipu e a Comunidad Cultural Comunitaria La Inclusive – oferecem a chance de assistir a novos filmes e participar de conversas cinematográficas enquanto se explora a capital chilena.

7. Cuba Gay Pride Marcha e Festival em Havana

Havana, Cuba
Maio

Cuba é um destino queer-friendly há muito tempo. Por meio da organização Cenesex, dirigida por Mariela Castro, filha do ex-líder Raul Castro, o país comunista também tem sido uma parte intrigante do movimento global de direitos LGBTQIA+ e é especialmente avançado em questões de transgêneros. Os ativistas dos direitos dos homossexuais têm que seguir a linha do partido, e esse espetáculo colorido do final de maio nas ruas históricas de Havana costuma ser um evento apoiado pelo governo. Às vezes, podem ocorrer protestos pacíficos, o que torna esse um momento raro e interessante para ver a política cubana em ação.

8. Carnaval Gay de Barranquilla

Barranquilla, Colombia
Varia de acordo com a Páscoa

Barranquilla, um local pouco frequentado por viajantes LGBTQ+, é mais conhecida por seu animado carnaval. A cidade, que fica na costa caribenha da Colômbia, é o lar de um dos maiores eventos da América do Sul:  o Carnaval de Barranquilla. Ele apresenta vários eventos LGBTQIA+ juntamente com os desfiles principais, o que significa que essa extravagância multifacetada provavelmente não permanecerá em segredo por muito tempo.

Como muitos carnavais, seu calendário é baseado no calendário da Páscoa. A semana brilhante de eventos inclui marchas, passeios culturais, festas, desfiles de drags e outros espetáculos enfeitados com plumas, nos quais a música está sempre em alta.

9. San Juan Gay Pride

San Juan, Puerto Rico
Junho

Puerto Rico passou por alguns anos difíceis, de desastres naturais a desacelerações econômicas, mas a San Juan Pride continua ativa. Esse evento do início de junho é um dos maiores do Caribe, com bares, restaurantes e casas noturnas ao longo da Avenida Condado, no distrito LGBTQ+ do bairro de Condado, repleto de moradores e visitantes. O desfile começa cedo em seu local de concentração no Parque del Indio, com vista para a praia, antes de seguir pela Avenida Ashford com um encontro de participantes, carros alegóricos, música e dançarinos. O desfile culmina com uma manifestação e um show de ativistas, cantores, artistas drag e outras apresentações no Parque del Tercer Milenio.

10. Marcha da Diversidade/Parada Gay da Praia Manuel Antonio em San José

San José, Costa Rica
Junnho/Julho

Os visitantes que programarem suas viagens no momento certo e ficam tempo suficiente durante uma visita à Costa Rica em junho têm dois incríveis eventos do orgulho LGBTQIA+. É uma chance de ver shows de arte, exibições de filmes e muita diversão. No final de junho, a capital da Costa Rica, San José, recebe a Marcha da Diversidade, um espetáculo colorido que combina diversão e ativismo, com uma infinidade de eventos culturais sofisticados dignos dessa capital da América Central. Duas semanas depois, a apenas duas horas de carro, acontece a Parada Gay da Praia Manuel Antonio, no Parque Nacional Manuel Antonio, na própria praia. O fim de semana é repleto de festas na piscina e outros eventos.

 Matéria National Geographic Brasil


Deixe um comentário ou dica do que gostaria que pudéssemos trazer de novidade para vocês. E se curte nosso CANAL faça uma doação de qualquer valor para que possamos continuar com esse trabalho.

PIX: (11) 98321-7790
PayPal: [email protected]

TODO APOIO É IMPORTANTE.

Compartilhar.

Sobre o Autor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.