Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Dicas
DST/AIDS
Noticias
Saúde da Mulher
Saúde do Homem

Saúde da Mulher

Outras notícias
Ginecologia - Obstetrícia - Dr. Caruso
Lésbicas podem transmitir HPV uma para a outra? Jairo Bouer responde
A saúde das mulheres lésbicas e bissexuais
Maternidade lésbica
Lésbicas e a prevenção das DST’s:

mulheres tem maior têm maior risco de desenvolver câncer de mama e do colo do út

19/05/2006: A Fundação Belga contra o Câncer acaba de publicar um novo panfleto informativo sobre prevenção intitulado: Pour les femmes qui aiment les femmes – Para as mulheres que amam mulheres – coordenado pela ILGA , em colaboração com as associações belgas Ex Aequo, Magenta, Tels Quels, Mega Top Biches, Vieux Rose e a Planning Familial.

As mulheres que amam mulheres têm maior risco de desenvolver câncer de mama e do colo do útero? A problemática é particularmente desconhecida entre este público até que esta iniciativa veio à luz.

Ser lésbica ou bissexual não tem uma influência direta com a freqüência dos cânceres de mama ou de colo do útero. Mas existem certos fatores de risco específicos entre as mulheres que amam mulheres. Aqui surge a importância de contemplar a informação correta.
Aceitar-se como mulher lésbica ou bissexual deve também trazer consigo o cuidado consigo mesma e ocupar-se de sua saúde.
Quais são os fatores de risco?
• As mulheres lésbicas e bissexuais consultam menos aos médicos (por medo de reações homofóbicas, utilização menos comum de tratamentos anticonceptivos) e se submetem mais raramente a exames diagnósticos (mamografias e papanicolau).
• Como conseqüência da pressão social, as mulheres lésbicas e bissexuais podem em ocasiões sentir-se deprimidas e, portanto tomar menos cuidado com sua saúde.

• Os estudos têm demonstrado que as mulheres lésbicas e bissexuais são mais reticentes em praticar regularmente o auto-exame de seus seios.
• Como média, as lésbicas têm com menos freqüência um filho antes da idade de 30 anos, fato que aumenta o risco de câncer de mama.
• Certos estudos indicam que as mulheres lésbicas e bissexuais podem, em certos momentos, consumir abusivamente álcool e cigarros, fatos que aumentam os riscos de câncer de mama e do colo uterino.
Além de uma explicação dos fatores de risco ligados aos cânceres de mama e do colo do útero, o documento traz valiosos conselhos para diminuir estes riscos, mostra a importância e o alcance dos exames diagnósticos e define a estrutura de comunicação própria entre médico – paciente lésbica ou bissexual.

 

Site: http://www.ilga.org/news_results.asp?LanguageID=2&FileID=797&FileCategory=22&Zon

Comente esta matéria
Título: mulheres tem maior têm maior risco de desenvolver câncer de mama e do colo do út
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.