Revelada correspondência entre freiras lésbicas do século 12

0

Historiador da Universidade de Bonn compartilhou a carta, que diz: “Eu olho e não encontro minha amante”

“Você é mais doce que leite e mel, você é inigualável entre milhares, eu te amo mais do que qualquer outra”. O professor Erik Wade, da Universidade de Bonn, na Alemanha, compartilhou em sua conta no Twitter uma carta de amor entre duas freiras lésbicas do século 12. Ele usa o conteúdo em suas aulas sobre os tempos medievais, e agora resolveu compartilhar  com seus seguidores.

Em entrevista o professor alemão conta o porquê de compartilhar a carta: “Eu compartilhei a carta porque achei realmente muito bonita e poderosa, mesmo centenas de anos depois. Eu acredito que seja importante ver exemplos positivos de desejo entre o mesmo sexo de períodos históricos antigos”. Ele ainda acrescenta que nós sempre enxergamos uma imagem da Idade Média como um período de repressão, homofobia e machismo, quando na verdade é tão complexo quanto qualquer outro tempo histórico.

A carta foi enviada por uma religiosa que viveu no século 12 e aparentemente foi afastada do convívio diário com outra freira. As duas não são identificadas pelos nomes, mas por siglas, C e B.

A correspondência foi publicada pela primeira vez em 1968, no livro Medieval Latin de Peter Dronke.

Publicação da carta de amor das freiras Reprodução

Leia abaixo a tradução completa da correspondência:

” Para C-, mais doce que mel ou favo de mel, B – envia todo o amor que existe para o seu amor. Você que é única e especial, por que você demora tanto tempo, tão longe? Por que você quer que sua única morra, que como você sabe, te ama com alma e corpo, que suspira por você a cada hora, a todo o momento, como um passarinho faminto.

Desde que eu tive que ficar sem sua doce presença, eu não queria ouvir ou ver qualquer outro ser humano, mas como a pomba, tendo perdido sua companheira, empoleira-se para sempre em seu pequeno ramo seco, então eu lamento sem fim até que eu aproveite sua confiança de novo. Eu olho e não encontro minha amante – ela não me conforta nem com uma única palavra. De fato, quando reflito sobre a beleza de sua fala e aspecto mais alegre, fico completamente deprimida, pois não encontro nada agora que eu possa comparar com seu amor, doce além do mel e do favo de mel, comparado com o brilho do outro e da prata.

O que mais?

Em você é toda gentileza, toda perfeição, então meu espírito definha perpetuamente por sua ausência. Você é desprovida da ousadia de qualquer falta de fé, você é mais doce que leite e mel, você é inigualável entre milhares, eu te amo mais do que qualquer outra. Você é o meu amor e desejo, você é o doce resfriamento da minha mente, não há alegria para mim em qualquer lugar sem você. Tudo o que foi delicioso com você é cansativo e pesado sem você.

Então eu realmente quero te dizer, se eu pudesse comprar a sua vida pelo preço da minha, [eu faria]instantaneamente, pois você é a única mulher que eu escolhi de acordo com o meu coração. 

Por isso, rogo a Deus que a morte amarga não venha a mim antes que eu desfrute da visão desejada de você novamente.

Adeus. Tem de mim toda a fé e amor que existe. Aceite a escrita que envio e, com ela, minha mente constante.”

Alana Sousa
Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.