Rádio veicula inserções contra homofobia após locutor pregar morte de gays

0

Por Rangel Querino

A rádio Santa Fé, localizada no município de Santa Fé do Sul, em São José do Rio Preto, foi recomendada pelo Ministério Público Federal (MPF) a veicular inserções contra homofobia ao longo da sua programação, após um locutor ser denunciado  por incentivar os assassinatos de gays.

A declaração de ódio aconteceu durante o programa Bastidores da Notícia, quando comentava uma cena de beijo gay que aconteceu na novela “O Outro Lado do Paraíso”, na qual os atores Rafael Zulu e Eriberto Leão formavam um par romântico. As informações são do Blog do Estadão.

“O filho da p***filha negro, que poderia honrar o que os negros fizeram por nós, se sujeita a fazer um papel daquele [de homossexual], entende?”, protestou Edson Ferreira que ainda criticou os telespectadores. “Quem assiste um negócio desse é merda”, disparou.

Ferreira continuou pregando as mortes dos homossexuais. “A gente não pode falar que tem que matar no ninho porque é crime. Mas que está crescendo demais, está. Vai chegar uma hora em que você vai ter que matar um para falar ‘Meu filho, não’.”

A recomendação estipula que a emissora transmita por 30 dias, pelo menos dez inserções, que devem ser produzidas pelo Grupo Arco-íris de Cidadania LGBT, do Rio de Janeiro, com duração de um minuto e meio voltadas para os direitos humanos.

 

Observatório G

 

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of