Sábado, 21 de Outubro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
AccorHotels ativa rúgbi com treino aberto de time LGBT
Narcos: terceira temporada revela história de traficante gay
Roteiro gay por Paris
Finn e Poe vão se assumir gays em ‘Star Wars’? John Boyega responde!
Homossexualidade? "Asquerosa", diz ministro dos Direitos Humanos

Clássicos do Cinema LGBT ganham espaço no Festival do Rio que começa nesta sexta

06/10/2017:

 

Joana Moscatelli

Em meio à polêmica sobre a vinda da exposição QueerMuseu para o Rio de Janeiro, o Festival do Rio 2017 tem início nesta sexta feira com uma homenagem ao movimento que contribuiu para a descriminalização da homossexualidade no Reino Unido há 50 anos.

 

Um dos diretores do festival, Marcos Didonet destacou o papel de vanguarda do cinema na sociedade.

 

A exposição QueerMuseu foi interrompida poucos dias depois de ser lançada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O Espaço Santander Cultural sofreu ataques de pessoas que acusaram as obras de promover a pedofilia e a zoofilia.

 

Para Didonet, em tempos de discussões atrasadas, o cinema tem um papel fundamental de colocar em debate temas importantes para a modernização da sociedade.

 


O Prêmio Félix elege o melhor filme com a temática LGBT no Festival do Rio. Esse ano, além dos 32 longas e 4 curtas que vão concorrer, o público vai poder assistir a uma seleção de três clássicos do queer britânico.

 

Produzidos nas décadas de 1980 e 1990, serão exibidos os filmes Orlando, a mulher imortal, Eduardo II e Minha Adorável Lavanderia.

 
 
 

 

 

Comente esta matéria
Título: Clássicos do Cinema LGBT ganham espaço no Festival do Rio que começa nesta sexta
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.