Sábado, 22 de Julho de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
RÚSSIA: Líder da Chechénia afirma - famílias devem matar familiares homossexuais
Militante britânico alerta sobre o vínculo entre a aids e o 'chemsex'
Investigadores de Coimbra recebem 1,4 milhões para estudar discriminação sexual
A partir de hoje, nome social pode ser incluído no CPF
Manta piso pvc emborrachado 5mm promoção 43,00 À vista o metro

Senador alega que vídeo homofóbico era brincadeira

20/03/2017:

 

KARINE MIRANDA
Gazeta Digital

 

O senador José Aparecido dos Santos, o Cidinho (PR), garantiu que o vídeo que viralizou nas redes sociais em que conversava com o deputado federal Victório Galli (PSC) sobre o sexo dos personagens da Disney não passava de uma “brincadeira” e que o assunto “está sendo levado muito a sério”.

A declaração foi dada após a Defensoria Pública de Mato Grosso anunciar que deve ingressar com uma ação civil pública por dano moral coletivo, requerendo a condenação por incitação à homofobia do senador e também do deputado Galli.

Para o senador, o risco de ser acionado por homofobia não o preocupa. “Não sou homofóbico, não discrimino ninguém por religião, raça, sexo, cor ou opção Sexual. O vídeo trata-se apenas de uma brincadeira em função das declarações públicas e conhecidas do Victório Galli”, disse.

No vídeo, ambos os parlamentares comentam sobre a suspeita de homossexualidade do personagem de desenho animado Mickey Mouse que, na avaliação da Defensoria Pública, foi feita usando tons pejorativos em relação à homossexualidade.

Em uma das declarações, os parlamentares disseram que a Disney seria um “zoológico de veado” e usam o termo “barbudo com barbudo” para citar uma relação homossexual.

Ainda segundo Cidinho, a repercussão do vídeo foi maior do que necessária.

“Não postei vídeo em redes sociais e nem o divulguei. Apenas enviei para o nosso grupo do Whatsapp da bancada. As pessoas estão levando as coisas muito a sério. Temos mil outros problemas para resolver e estamos trabalhando muito. Não podemos perder tempo com coisa tão pequena”, encerrou.

 

Veja o vídeo aqui

 

http://www.folhamax.com.br/politica/senador-alega-que-video-homofobico-era-brincadeira/118103

 

 

 

 

Comente esta matéria
Título: Senador alega que vídeo homofóbico era brincadeira
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.