Terça-feira, 19 de Setembro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
Tanzânia realiza prisão em massa de pessoas acusadas de serem homossexuais
Famosos se revoltam e ironizam decisão da Justiça sobre homossexualidade: Doença
Anitta se emociona ao falar sobre a ‘cura gay’
Justiça permite que psicólogos pratiquem a 'cura gay'; Conselho recorrerá
Por que não tentamos tratar pedófilos em vez de homossexuais?

Eleição de lésbicas ao clero gera debate na Igreja Metodista Unida do Texas

04/11/2013:

 

Candidata a diácono teve seu pedido negado por ter um relacionamento com alguém do mesmo sexo.

 

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post
 

O mais alto tribunal da Igreja Metodista Unida cobrou um posicionamento do bispo do Texas, para que avalie a elegibilidade de candidatas lésbicas para a classe clerical da congregação.

 

Após surgir um caso específico, o Conselho Judicial da Metodista Unida decidiu que o Bispo James Dorff da conferência local deve emitir uma decisão em relação à remoção de Mary Ann Kaiser do clero, para saber se o tribunal agiu corretamente.

 

"O assunto está detido ao bispo para uma decisão sobre as questões apresentadas. Sua apresentação deve ser submetida ao Secretário do Conselho da Magistratura no prazo de 60 dias a contar da notificação. Assim, o Conselho Judicial mantém sua jurisdição", resume a decisão em parte.


"Eu vou emitir uma decisão sobre as questões apresentadas no pedido original dentro do prazo dado pelo Conselho Judicial. Eu respeito a decisão do Conselho e em oração, farei o meu melhor para proferir uma decisão dentro da conformidade, com as disposições do Livro de Disciplina de 2012", destaca o bispo.

 

O caso de Mary Ann Kaiser se refere ao seu requerimento no ano de 2008 para ser candidata a diácono dentro da conferência do Alabama, Flórida, extremo sul dos EUA. Durante o começo deste ano, o órgão que rege a candidatura se negou a aceitar o pedido de Mary Ann, por ela manter um relacionamento com alguém do mesmo sexo.

 

Na ocasião, Dorff deu o pedido como "discutível e hipotético" e solicitou uma decisão do tribunal, que agora devolve a questão ao cobrar uma decisão definitiva sobre o ocorrido.

 

As normas da congregação apontam a homossexualidade como "incompatível com a doutrina cristã", mas diversos clérigos já solicitaram uma revisão da legislatura. Agora, o caso de Mary Ann e a decisão de Dorff podem ser cruciais para dar um novo rumo ao debate.

 

 

 

 

 

 

Comente esta matéria
Título: Eleição de lésbicas ao clero gera debate na Igreja Metodista Unida do Texas
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.