Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Relatório da ILGA sobre as atividades nas Nações Unidas / 2006

09/01/2007:

A declaração entregue pela Noruega nesta sexta, 1º de dezembro, é um passo glorioso e histórico com o maior suporte governamental até então, em um processo iniciado em 1992 com o primeiro discurso sobre direitos gays já proferido nas Nações Unidas.
Um processo árduo que, feliz e inesperadamente, sofreu uma aceleração em 2003 quando o Brasil apresentou a primeira resolução banindo a discriminação com base em orientação e identidade sexual.

 

Como a única federação mundial de grupos LGBT, a ILGA desempenhou seu papel nesse processo.

 

Nossos esforços para que a orientação e identidade sexual aparecessem nas Nações Unidas ganharam importância e foram organizados em torno de três aspectos:

 -        Obtenção do direito de falar em nosso nome nas Nações Unidas : a campanha ECOSOC

-         Manutenção de uma presença LGBT no Conselho de Direitos Humanos;

  A XXIII Conferência Mundial da ILGA ocorreu em Genebra, sede do Conselho dos Direitos Humanos da ONU.

 

 

LEIA O RELATÓRIO

http://www.ilga.org/news_results.asp?LanguageID=5&FileID=966&FileCategory=45&ZoneID=28 

 

 

Patricia Curzi e Stephen Barris

International Lesbian and Gay Association

 

Participe!

Faça uma doação para a ILGA: http://www.ilga.org/donate.asp?LanguageID=5

 

 

Comente esta matéria
Título: Relatório da ILGA sobre as atividades nas Nações Unidas / 2006
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.