S�bado, 23 de Fevereiro de 2019
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Primeira Oficina Nacional de direitos Humanos 30 e 31/06

05/06/2005: O grupo Jovens Feministas de São Paulo vai promover nos dias 30 e 31 de julho (sábado e domingo) a Primeira Oficina Nacional de Capacitação do Manual de Direitos Humanos das Mulheres Jovens e aplicação da Cedaw na cidade de São Paulo para 30 mulheres jovens. Poderão se inscrever até o dia 30 de junho mulheres de movimentos sociais (feminista, juvenil e de Direitos Humanos) entre 15 e 30 anos de todo o Brasil.



Critérios de Seleção:



1 - Ser mulher jovem, com idade entre 15 e 30 anos, proveniente de todo o Brasil.



2 -Atuar em movimentos sociais relacionados à proposta do manual, ou seja, trabalhar com os temas feminismo, juventude e/ou direitos humanos.



3 -Contribuir para as discussões e atividades da oficina.



4 - Assumir o compromisso de multiplicar as discussões e os aprendizados da oficina para outras pessoas.

As mulheres jovens interessadas em participar devem preenche a ficha de inscrição em anexo e enviar para inscricao_mulheresjovens@yahoo.com.br até o dia 30 de junho.


--------------------------------------------------------------------------------


OFICINA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DO MANUAL DE DIREITOS HUMANOS

DAS MULHERES JOVENS



DATA: 30 e 31 de julho

LOCAL: São Paulo

Inscrições até 30 de junho


--------------------------------------------------------------------------------


Confira mais informações sobre o manual e sobre o grupo.



O Manual



O Manual de Direitos Humanos das Mulheres Jovens e Aplicação da Cedaw (Convenção para a Eliminação de todas as formas de Discriminação contra a Mulher,1979) tem como objetivo contribuir para a discussão, fortalecer os Direitos Humanos das Mulheres, apoiar as mulheres jovens para articular, apresentar e advogar por seus direitos humanos. A autoria do livro é da Rede Latino-americana e Caribenha de Jovens pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos, REDLAC, e do ILANUD, Instituto Latino Americano das Nações Unidas para Prevenção do Delito.



Desenvolvido a partir de uma proposta teórico-metodológica de capacitação dirigida às mulheres jovens, o manual foi construído a partir de três eixos centrais: gênero, juventude e direitos humanos. Isso porque, as inter-relações e implicações destes três eixos têm sido pouco estudadas e trabalhadas até o presente momento e são importantíssimas para a construção de propostas concretas voltadas às mulheres jovens do Brasil e da América Latina e Caribe.



A publicação é uma iniciativa pioneira na América Latina, produto do trabalho de dois anos entre mulheres de diferentes gerações - integrantes da REDLAC (uma rede regional juvenil que aglutina organizações que trabalham com jovens em 17 países da nossa região) e do Programa Mulher, Justiça e Gênero do ILANUD. Ambas contribuíram com a ampla experiência de trabalho em direitos humanos das mulheres, sobretudo aquele relacionado às mulheres jovens em nossa região. No Brasil, a tradução e coordenação do material é do grupo Jovens Feministas de São Paulo, ponto focal da REDLAC no Brasil. O apoio financeiro para a produção do manual foi do Fundo das Nações Unidas para a População e Desenvolvimento da ONU (FNUAP).



Jovens Feministas de São Paulo



JFSP é um grupo autônomo, coordenado e elaborado por mulheres jovens, sem vínculo partidário ou religioso. Trabalha em conjunto com redes e articulações do Movimento Feminista, além de participar de diversos espaços de discussão sobre Juventude, Políticas Públicas, Direitos das Mulheres Jovens. É ponto focal da Rede Latino-americana de Jovens pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos, Redlac, no Brasil e um dos membros fundadores da Rede Jovens Brasil - Direitos Sexuais, Direitos Reprodutivos.



Objetivos do grupo JFSP

? - Promover a participação das mulheres jovens na defesa de seus direitos humanos, na busca por justiça e igualdade social.

? - Criar e contribuir para a construção de espaços de reflexão, intercâmbio e capacitação das mulheres jovens por meio de cursos, oficinas e publicações.

? - Lutar por um recorte geracional no feminismo e consolidar ações que visibilizem as mulheres jovens nas principiais discussões e debates sobre os direitos das mulheres.



REALIZAÇÃO: JOVENS FEMINISTAS DE SÃO PAULO



PARCERIAS: CLADEM, FES, FORUM CONE SUL DE MULHERES JOVENS POLÍTICAS, REDE JOVENS BRASIL-DIREITOS SEXUAIS, DIREIRTOS REPRODUTIVOS, REDE LATINO-AMERICANA E CARIBENHA DE JOVENS PELOS DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS, UNIÃO DE MULHERES DE SÃO PAULO.



APOIO: FASE



Participe da Oficina do Manual. Mais informações: inscricao_mulheresjovens@yahoo.com.br

 

Fonte: Enviado por: Beto de Jesus

Comente esta matéria
Título: Primeira Oficina Nacional de direitos Humanos 30 e 31/06
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.