S�bado, 20 de Abril de 2019
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Prefeito acusado de abusar de menores diz que não vai renunciar

24/05/2005: Seattle (EUA), 23 mai (EFE).- O prefeito de Spokane, Jim West, disse nesta segunda-feira que não pensa em renunciar, apesar do escândalo criado no estado de Washington por uma denúncia de abuso sexual de menores.

De volta ao trabalho após os dez dias de licença que tirou para se defender das acusações de abuso sexual de menores e de utilização do seu cargo para contatar os jovens, West disse que espera ser absolvido uma vez concluídas as investigações.

Em entrevista coletiva transmitida ao vivo pelas redes de TV a cabo, West pediu compreensão e destacou que espera poder voltar a se concentrar nos problemas de sua administração.

O ocorrido demonstra "uma total falha de julgamento" do prefeito, disse hoje a vereador de Spokane Cherie Rodger à rede MSNBC, razão pela qual pediu sua renúncia.

O escândalo veio à tona no começo do mês, quando o jornal The Spokesman-Review publicou uma reportagem investigativa na qual acusava West de ter abusado sexualmente de duas crianças e de aproveitar os privilégios de seu cargo para iniciar relações com os jovens.

West, de 54 anos, rejeitou a primeira acusação, mas confirmou à publicação que ofereceu presentes, favores e inclusive um emprego na prefeitura durante conversas numa sala de bate-papo do site Gay.com.

O prefeito fez esta oferta a um homem que se apresentou no chat como um jovem de 18 anos, mas que, de fato, era um especialista contratado pelo jornal.

O prefeito, que foi líder da maioria republicana no Senado do estado, é conhecido pelo conservadorismo de suas posturas em relação aos direitos dos homossexuais.

West se opôs aos esforços para a ampliação dos direitos civis dos homossexuais e votou a favor de um projeto de lei que em 1998 proibia o casamento entre casais do mesmo sexo.

Além disso, West chegou a propor que o sexo entre adolescentes fosse considerado crime e apoiou uma medida que teria proibido gays e lésbicas de trabalharem em escolas e creches.

 

Fonte: Radar

Comente esta matéria
Título: Prefeito acusado de abusar de menores diz que não vai renunciar
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.