Festival de Berlim: Brasil leva prêmio LGBT com ‘Tinta Bruta’ e ‘Bixa Travesty’

0

por

O drama gaúcho Tinta Brutae o documentário ‘Bixa Travesty, venceram o prêmio chamado de “Urso de Ouro LGBT, por coroar narrativas ligadas à homoafetividade e a identidade trans, o Prêmio Teddy, no Festival de Berlim 2018.

Tinta Bruta’, dirigido por Filipe Matzembacher e Márcio Reolon, que narra a história de Pedro, um jovem homossexual que ganha dinheiro com atuações em fóruns na internet, venceu na categoria ficção.

Já o documentário Bixa Travesty, dirigido por Kiko Goifman e Claudia Priscilla, que aborda performances da cantora Linn da Quebrada, venceu na categoria documental.

Ambos os filmes ainda não possuem data de estreia por aqui. Confira os cartazes:

 

http://cinepop.com.br/festival-de-berlim-brasil-leva-premio-lgbt-com-tinta-bruta-e-bixa-travesty-167481

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.

Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.