Federação judaica condena ataques contra Israel na Parada Gay

0

PSOL emitiu nota contra a participação do Estado no evento.

A Federação Israelita do Estado de São Paulo repudiou um manifesto assinado pelo PSOL que condena a participação do consulado na 22ª Parada de Orgulho LGBT, realizado no último domingo (3).

“Lamentável em um evento onde se prega a diversidade e o respeito à livre manifestação, se pretenda excluir a única democracia do Oriente Médio que aceita e respeita os grupos LGBT […] Os mesmos que protestam contra a participação do Estado de Israel defendem países que, não apenas proíbem qualquer manifestação LGBT, como torturam e condenam à morte seus adeptos e simpatizantes”, diz a nota.

O consulado israelense convidou um grupo para participar do evento ao som de um DJ do país.

“É inadmissível um evento que diz celebrar o amor, a igualdade e a diversidade aceite o apoio e a presença de um estado racista que vem invadindo as terras e massacrando todo um povo há 70 anos”, diz a nota do partido.

 

Federação judaica condena ataques contra Israel na Parada Gay

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.