Clássico “Casablanca” vai ter versão lésbica

0

O histórico título dirigido por Michael Curtiz prepara-se para ganhar uma nova vida, através de uma leitura encenada ao vivo, que terá lugar no dia 13 de dezembro no Ace Theather, na baixa de Los Angeles.

Um beijo vai continuar a ser um beijo, mas agora entre mulheres, com a conhecida atriz Ellen Page, lésbica assumida, a desempenhar o papel de Rick (eternamente associado a Humphrey Bogart). De resto, todo o elenco será predominantemente LGBT.

No papel de Ilsa (ou Ingrid Bergman) estará Kiersey Clemons (a mesma de “Extant” e “Transparent”), cujo marido, Victor Laszlo, é um papel que caberá a Olivia Wilde.

(eternamente associado a Humphrey Bogart). De resto, todo o elenco será predominantemente LGBT.

No papel de Ilsa (ou Ingrid Bergman) estará Kiersey Clemons (a mesma de “Extant” e “Transparent”), cujo marido, Victor Laszlo, é um papel que caberá a Olivia Wilde.

O evento será um ato único, e inscreve-se num projeto liderado há anos pelo realizador Jason Reitman, que visa dar uma nova dimensão a argumentos lendários – o público já assistiu a espectáculos como um “Reservoir Dogs” totalmente entregue a atores afro-americanos.

Recorde-se que a relação entre Page e Reitman remonta ao filme “Juno, de 2007, reencontrando-se agora para este triângulo amoroso. Em palco estarão ainda nomes como a comediante Hannah Gadsby, a mesma da série “Nanette”, que vestirá a pele do capitão Renault; ou Indya Moore, no lugar do empregado Carl, amparo de Rick.

Quanto ao famoso pianista Sam, a eleita ainda está em aberto.

O valor da bilheteira reverterá a favor da Astraea Lesbian Foundation for Justice, associação de apoio às causas LGTB.

Delas

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.