Cidades gay friendly são “tolerantes e competitivas”, revela o estudo

0

Cidade do México.- Quanta tolerância com as comunidades LGBT estão lá na cidade onde você mora? Não é um fato meramente curioso: depende de quão competitivo possa ser, em termos econômicos, diz um estudo realizado pela organização Open for Business, com o apoio da Accenture.

“As cidades que têm uma posição inclusiva com a comunidade LGBT estão melhor posicionadas para desenvolver sua competitividade global, ter ecossistemas de inovação mais fortes, proporcionar uma melhor qualidade de vida e concentrar um maior número de habilidades e talentos”, diz o estudo.

Por que essa informação é importante?

Este é o primeiro estudo que estabelece uma ligação entre a inclusão de LGBT e a competitividade econômica. Seu objetivo é ajudar as comunidades LGBT a tomar melhores decisões se estiverem pensando em mudar de cidade ou criar um negócio.

Também pretende ser uma referência para as empresas que desejam expandir suas operações para outros locais. Também pode ser relevante para os governos interessados ​​em melhorar suas políticas de inclusão e tolerância.

O Ranking

Estas são as cidades vencedoras, com uma classificação AAA, ou seja, são as mais abertas com as comunidades LGBT no mundo e, portanto, são as mais competitivas de acordo com a Accenture:

Nova York

Londres

Berlim

são Francisco

Estocolmo

Washington D. C

Mas há exceções. Essas cidades têm um desempenho econômico muito bom, mas ainda precisam melhorar a questão da inclusão LGBT: Hong Kong e Dubai.

E o México?

Guadalajara e CDMX aparecem no ranking, embora não estejam nos primeiros lugares. A Accenture menciona-os como tendo uma classificação B, porque embora sejam tolerantes com as comunidades LGBT em termos de competitividade econômica, eles ainda estão “parcialmente abertos a negócios”. Nessa mesma categoria estão Medellin e Bangalore.

O ranking inclui cidades que são menos abertas para LGBT e comunidades menos competitivas, incluindo: Cairo, Jedda, Karachi e Lagos.

O que significa ser competitivo?

De acordo com a Accenture, esta “qualidade” pode ser encontrada em três áreas:

Inovação: tanto tecnológica, educacional, cultural, etc. Talento e habilidades: educação avançada para competir na arena global. E, finalmente, Qualidade de vida.

 

 

http://www.nvinoticias.com/nota/84427/ciudades-gay-friendly-son-tolerantes-y-competitivas-revela-estudio-destaca-alguna-en

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.