Assassin’s Creed Odyssey: diretor se desculpa após críticas da comunidade LGBT

0

 

A DLC Shadow Heritage havia sido rechaçada por forçar um relacionamento heterossexual

Por Breno Deolindo

Após críticas da comunidade LGBT, o diretor de Assassin’s Creed Odyssey pediu desculpas pelo final da DLC Shadow Heritage. Em determinado momento, o jogo força que os protagonistas Alexios e Kassandra tenham um relacionamento heterossexual, batendo de frente com a promessa inicial do game, que daria liberdade para que os personagens tivessem liberdade para escolher com quem se relacionar.

Nas DLCs de AC Odyssey, Alexios ou Kassandra começam a se relacionar com um dos filhos de Darius, o dono da primeira Lâmina Escondida. Caso esteja jogando como Alexios, o jogador conhecerá a filha do personagem, Neema; já Kassandra interage com o filho, Natakas.

Independente das escolhas do jogador, um casal será formado entre seu protagonista e um dos filhos de Darius, gerando um bebê.

Naturalmente, a comunidade LGBT se incomodou com esse relacionamento forçado, levando o diretor criativo Jonathan Dumont se pronunciar no blog oficial do game: “A intenção dessa história era explicar como a linhagem sanguínea de seu personagem tem um impacto duradouro nos Assassinos, mas olhando para suas respostas, está claro que erramos o alvo“.

Dumont não esclareceu se há planos para mudar o conteúdo de Shadow Heritage, mas afirmou que em Bloodline, a próxima DLC, os jogadores não terão de se envolver em um relacionamento duradouro caso não queiram.

 

The Enemy

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Athosgls 21 anos fazendo a diferença na comunidade LGBT Mundial. Marca registrada.